Pesquise aqui :)

sexta-feira, 10 de setembro de 2021

Gadget do YouTube (Vídeo + Inscritos)


Este gadget permite a visualização de um vídeo demonstrativo da sua escolha + opção de inscrever-se no canal! Para adquirir é bem prático e rápido. Orientação do que substituir encontra-se marcado de vermelho. 

Layout > Adicionar Gadget > HTML/JavaScript e cole o código a seguir:

<center>

<iframe allowfullscreen="" frameborder="0" height="194" src="https://www.youtube.com/embed/sTjuFELLE6k" width="340"></iframe>

<br /><div style="margin-top: 15px;"><br /><script src="https://apis.google.com/js/platform.js"></script><br /><br /><div class="g-ytsubscribe" data-channelid="UCLejQ93wjjrSJiNc6XlxlrQ" data-count="default" data-layout="full"></div><br /><br /></div></center>  

Dica: pegue apenas o código em letras. Vejamos:

Referente ao link do vídeo:

Referente ao seu canal:

Até mais!

quinta-feira, 9 de setembro de 2021

Site para Hospedagem de imagem

Imagem de flowers, inspo, and work

Olá!

Para você blogueiro (ou não) que estiver precisando de um site para hospedar a imagem e adquirir o "endereço de imagem" irei apresentar o Imagem Host. Acabei de conhecer e recomendo!

É bem pratico de usar e para adquirir o endereço da imagem não se faz necessário que procure nas pastas do seu computador. Você pode optar pela forma mais simplificada que é arrastando a imagem para dentro do site. Legal, não é mesmo?

Até mais!

Lya.

sexta-feira, 13 de setembro de 2019

Aviso sobre os erros das imagens dos posts do Blog da Lya



Depois de loooongos meses, volto a blogar e me deparo com o site em que eu arquivava as imagens (Tinypic) para melhor elucidação dos tutoriais e/ou qualquer outra coisa aqui do blog, recebo a notícia de que o mesmo irá fechar. Isso mesmo, ENCERRADO TOTAL. Ou seja, nós que utilizamos esse armazenador/gerador de links de imagens fomos prejudicados. Isso porque todas as imagens que temos geradas de lá, estão com erro.


Peço desculpas pelo ocorrido, mas farei o possível para ajeitar aos poucos todos os posts daqui do blog que foram afetados.

Grata,
Lya.

Silhouette: sites para downloads gratuitos de papeis digitais e arquivos de corte



Olá!

Conheçam alguns sites para download de papeis digitais para deixar seu trabalho ainda mais completo! Inclusive, eu, Lya, tenho alguns de todos estes sites baixados aqui no computador. Posso garantir que o download funciona e são arquivos muitos bonitos. A maioria deles, é feio download pelo MediaFire (o que facilita muito para baixar), depois vem MEGA e Google Drive (outro muito bom para downloads).





Beijos!

domingo, 14 de julho de 2019

Sobre a "Lya Arte Gráfica"



Oi!

Há uns 2 anos atrás, publiquei aqui no blog sobre a LYA ARTE GRÁFICA, para quem não sabe é sobre todos os meus trabalhos que realizo com arte gráfica. Por já levar o nome LYA aqui na blogosfera por alguns anos, resolvi adotar também, para outros trabalhos meus e fiz essa carinha destacando os meus olhos "pequenos" e meu coque♥ antes que me perguntem, não tem boca pois não sei desenhar, Rsrsrs ~tô falando sério~


No começo, eu só podia fazer as artes e entregá-las sem impresso. Então tinha a frase de efeito "Artes para impressão" e "Realização de artes gráfica para impressão". Porém... Graças a Deus as coisas mudaram e ano passado pude comprar uma impressora A4, plotter da Silhouette Portrait e uma encadernadora Wire-O para então começar a iniciar meus trabalhos e poder entregá-los impressos😆

De início, a minha maior vontade era de fazer agendas. Por isso explica a compra da encadernadora, Rsrsrs. Tenho alguns modelos aqui feitos, pena que não de certo😢 Mês passado quando me encontrei mais folgada, iniciei trabalhos com venda de Topo de Bolo de Papel e aos poucos farei Kit de lembranças de festa😄 assim é a meta Rsrs e fiz um Instagram para a minha lojinha virtual onde publico os topos de bolos feitos para venda e também você pode encomendar com o tema que quiser♥

Logo mais, farei uma resenha das maquinas compradas😘

Instagram 

Facebook

quarta-feira, 8 de maio de 2019

Enxoval para casa: lista de itens


Oii!

Está com dúvidas sobre o que comprar para sua casa nova? Pois bem, ultimamente me encontro também nessa dúvida e assim como você, também pesquisei sobre o que comprar. Confira!

COZINHA

Armário;
Batedeira;
Bebedouro;
Cafeteira;
Coifa;
Espremedor de frutas;
Fogão;
Forninho elétrico;
Fruteira;
Geladeira (com freezer);
Liquidificador;
Microondas;
Mixer;
Sanduicheira;
Torradeira.

Produtos de limpeza:
Detergente;
Sabão em barra;
Esponja.

SALA DE ESTAR/JANTAR

Abajur;
Almofadas;
Aparador;
Cadeiras;
Luminária;
Mesa;
Mesinha (centro);
Poltrona;
Rack ou estante;
Sofa;
Tapete.

ENEM 2019: materiais gratuitos para baixar e começar seu estudos (Me Salva)



Oi!

Acabei de encontrar um site de utilidade pública sobre conteúdos para o ENEM 2019 e não pensei duas vezes para vim compartilhar aqui no blog. Lá você irá encontrar o materiais gratuitos para baixar, checklist dos assuntos além dicas e organizações para começar de vez seus estudos :)

Para baixar os arquivos é simples. O site solicita em alguns dos arquivos: seu nome, e-mail, curso de interesse e o resultado da soma dos números que aparecer por lá.

Alguns dos materiais:


DICAS

quarta-feira, 15 de agosto de 2018

Eu sei, mas não devia - Marina Colasanti



Eu sei que a gente se acostuma. Mas não devia.

A gente se acostuma a morar em apartamentos de fundos e a não ter outra vista que não as janelas ao redor. E, porque não tem vista, logo se acostuma a não olhar para fora. E, porque não olha para fora, logo se acostuma a não abrir de todo as cortinas. E, porque não abre as cortinas, logo se acostuma a acender mais cedo a luz. E, à medida que se acostuma, esquece o sol, esquece o ar, esquece a amplidão.

A gente se acostuma a acordar de manhã sobressaltado porque está na hora. A tomar o café correndo porque está atrasado. A ler o jornal no ônibus porque não pode perder o tempo da viagem. A comer sanduíche porque não dá para almoçar. A sair do trabalho porque já é noite. A cochilar no ônibus porque está cansado. A deitar cedo e dormir pesado sem ter vivido o dia.

A gente se acostuma a abrir o jornal e a ler sobre a guerra. E, aceitando a guerra, aceita os mortos e que haja números para os mortos. E, aceitando os números, aceita não acreditar nas negociações de paz. E, não acreditando nas negociações de paz, aceita ler todo dia da guerra, dos números, da longa duração.

A gente se acostuma a esperar o dia inteiro e ouvir no telefone: hoje não posso ir. A sorrir para as pessoas sem receber um sorriso de volta. A ser ignorado quando precisava tanto ser visto.

A gente se acostuma a pagar por tudo o que deseja e o de que necessita. E a lutar para ganhar o dinheiro com que pagar. E a ganhar menos do que precisa. E a fazer fila para pagar. E a pagar mais do que as coisas valem. E a saber que cada vez pagar mais. E a procurar mais trabalho, para ganhar mais dinheiro, para ter com que pagar nas filas em que se cobra.

A gente se acostuma a andar na rua e ver cartazes. A abrir as revistas e ver anúncios. A ligar a televisão e assistir a comerciais. A ir ao cinema e engolir publicidade. A ser instigado, conduzido, desnorteado, lançado na infindável catarata dos produtos.

A gente se acostuma à poluição. Às salas fechadas de ar condicionado e cheiro de cigarro. À luz artificial de ligeiro tremor. Ao choque que os olhos levam na luz natural. Às bactérias da água potável. À contaminação da água do mar. À lenta morte dos rios. Se acostuma a não ouvir passarinho, a não ter galo de madrugada, a temer a hidrofobia dos cães, a não colher fruta no pé, a não ter sequer uma planta.

A gente se acostuma a coisas demais, para não sofrer. Em doses pequenas, tentando não perceber, vai afastando uma dor aqui, um ressentimento ali, uma revolta acolá. Se o cinema está cheio, a gente senta na primeira fila e torce um pouco o pescoço. Se a praia está contaminada, a gente molha só os pés e sua no resto do corpo. Se o trabalho está duro, a gente se consola pensando no fim de semana. E se no fim de semana não há muito o que fazer a gente vai dormir cedo e ainda fica satisfeito porque tem sempre sono atrasado.

A gente se acostuma para não se ralar na aspereza, para preservar a pele. Se acostuma para evitar feridas, sangramentos, para esquivar-se de faca e baioneta, para poupar o peito. A gente se acostuma para poupar a vida. Que aos poucos se gasta, e que, gasta de tanto acostumar, se perde de si mesma.

Marina Colasanti

Leia também:

Subir